Pelos animais

Porque eles sofrem e querem viver tal como nós

É sabido hoje que os animais têm capacidade de sentir dor e expressar outras emoções que antes se julgava serem características exclusivas do ser humano (são sencientes). [1][2][3][4][5] 

 Actualmente, cerca de 70 mil milhões de animais sencientes são tratados como meros objectos para darem lucro. São manipulados para crescerem mais do que seria natural, tratados com antibióticos e hormonas, e vivem toda a vida em espaços fechados, sobrelotados e su-jos, onde são impedidos de fazerem tudo aquilo que lhes é natural. [6] 

 Os animais criados para consumo vivem apenas uma fracção do seu tempo de vida: por exemplo, as galinhas podem viver até aos 12 anos, mas quando são criadas para consu- mo, geralmente são mortas com cerca de 6 semanas. [7]  

Descobre como é a vida deles

 

Porcos
Porcos
Ovelhas e cabras
Ovelhas e cabras
Peixes e outros
Peixes e outros

Fontes:

 [1] Jeffrey Moussaieff Masson, O Porquinho que Cantava à Lua: O Mundo das Emoções dos Animais Domésticos, Sinais de Fogo, 2005, p. 69-70. 
 [2] Jonathan Balcombe, O Reino do Prazer: saiba como os animais são felizes, Europa-América, 2008, p. 144. 
 [3] John Lloyd e John Mitchinson, O Livro da Ignorância sobre o Mundo Animal, Casa das Letras, 2010, p. 101. 
 [4] Jeffrey Moussaieff Masson, O Porquinho que Cantava à Lua: O Mundo das Emoções dos Animais Domésticos, Sinais de Fogo, 2005, p. 21, 164 e 167. 
 [5] Victoria Braithwaite, Do Fish Feel Pain?, Oxford University Press, 2010. 
 [6] Cf. Jonathan Safran Foer, Comer Animais, Bertrand Editora, 2010. Veja: http://www.meat.org/
 [7] Annie Potts, Chicken, Reaktion Books LTD, 2012, p. 139.